Exames preventivos como PSA e toque retal podem salvar vidas

Durante todo o mês, campanhas alertam para a prevenção ao câncer de próstata. Exames simples, como o PSA (de sangue) e o toque retal, são fundamentais para o diagnóstico precoce.

Novembro é, tradicionalmente, o mês de atenção e cuidado com a saúde deles, especialmente no que diz respeito ao câncer de próstata. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), este é o segundo mais recorrente no sexo masculino. Pesquisas da Sociedade Brasileira de Urologia mostram que 76% dos homens têm ciência quanto à necessidade de realizar exames para a detecção precoce do câncer de próstata. Contudo, apenas 32% fizeram o exame.

Segundo o diretor médico da Unimed Laboratório, Mauro Scharf, a maioria dos cânceres de próstata em sua fase inicial não costumam gerar sintomas, como dores ou alterações urinárias. “Como a doença pode evoluir de forma assintomática, é fundamental consultar um urologista periodicamente para realizar exames de rotina, como o PSA (Antígeno Prostático Específico) e o toque retal. O primeiro, é um exame simples de sangue que identifica os antígenos, moléculas produzidas pela glândula, inclusive quando ela está saudável. Dessa forma, o que determina o resultado é a quantidade de PSA em circulação. No geral, os médicos pedem a medição do PSA total, mas podem também requisitar a quantidade de PSA livre. Recentemente, chegou ao Brasil o Prostate Health Index (PHI), que utiliza uma terceira fração do PSA para um diagnóstico mais preciso, bem como a redução de biopsias”, explica.

Scharf destaca que sempre desejamos um resultado de PSA total normal e que é importante observar os valores de normalidade da metodologia laboratorial utilizada. Apresentando variações ou seja , exames elevados ou alterados, é necessária a avaliação médica, com um exame físico e história clínica detalhados e por vezes a solicitação de mais exames como o PSA Livre e a ultrassonografia, para avaliar melhor o quadro. “É fundamental que a interpretação dos resultados seja feita por um especialista, pois é comum que, com a idade ou até mesmo com o aumento benigno da próstata, a taxa de PSA aumente de forma natural. Além disso, alguns tipos de câncer não apresentam alterações muito significativas. Ou seja, somente o médico é quem poderá diagnosticar corretamente”, completa.

Dados o Inca ainda revelam que o câncer pode ocorrer em várias idades, mas a incidência maior do câncer de próstata acontece após os 50 anos. Nesse sentido, ao completarem meio século de vida, homens sem risco de desenvolver a doença devem iniciar os exames preventivos e a partir dos 45 anos para aqueles com fatores de risco como histórico familiar da doença ou raça negra. O Ministério da Saúde e o Inca preconizam a consulta a um médico para que ele determine a necessidade de fazer o exame (e a regularidade) de acordo com a particularidade de cada paciente.

Em atenção e cuidado à saúde do homem, o médico listou alguns pontos importantes a serem considerados.

– Consulte regularmente seu médico, independentemente da idade. Siga o exemplo das mulheres que sempre fazem seus exames preventivos e visitam seus médicos e ginecologistas com frequência.
– Visite um urologista com regularidade, haja vista que alguns tipos de câncer ocorrem em idade jovem (como por exemplo, o câncer de testículo, que ocorre entre os 15 e 35 anos de idade). Além disso, outras doenças podem ser avaliadas nos homens, como infertilidade, disfunção erétil, cálculos renais, infecções urinárias, hiperplasia benigna da próstata, entre outras.

– Mantenha as vacinas em dia, incluindo a do HPV.
– Pratique atividade física com regularidade, mesmo durante a pandemia.
– Evite o consumo excessivo de bebida alcoólica.
– Não fume.
– Tenha uma alimentação saudável, com muitas frutas e vegetais. Evite o excesso de gordura animal
– Tome muito líquido, de preferência água.
– Evite estar acima do peso corporal adequado.
– Tenha um hobby e o pratique com frequência.

Posted in Sem categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *